18/6/2010 --- Ampliação da fábrica


O presidente do Grupo Irizar, Gorka Herranz e o diretor de exportações e ex-superintendente da unidade de Botucatu, Gotzon Gomez, receberam nesta quinta-feira [17], a visita do prefeito de Botucatu, João Cury Neto; dos secretários Carlos Eduardo Colenci [Governo]; Ricardo Veiga [Desenvolvimento] e do secretário-adjunto da Indústria, Paulo Urbanavicius. É a primeira vez que autoridades botucatuenses visitam a matriz da empresa sediada em Ormaiztegi, na Espanha.

O encontro foi agendado pelo diretor da Irizar do Brasil, Manuel Neves Maria. Os dirigentes espanhóis confirmaram ao prefeito João Cury a existência de um plano de expansão da planta da fábrica sediada em Botucatu. Mas o projeto hoje esbarra na falta de espaço no terreno atual. Apesar de cogitada a possibilidade desse investimento ser feito na África do Sul e de outras cidades brasileiras já manifestarem interesse em abrigá-lo, a prioridade é a ampliação da unidade botucatuense.

"O presidente da Irizar agradeceu nossa visita e o interesse que demonstramos em contribuir para expansão da fábrica em Botucatu. Trata-se de um gesto importante. Deveremos recebê-lo em nossa cidade para que possa analisar possíveis locais e levar esse projeto adiante", declara o prefeito.

Para esta sexta-feira [19], a agenda de João Cury em terras espanholas marca a participação no projeto Biscay TIK, um fórum para discutir soluções tecnicamente avançadas e homogêneas a municípios do mundo todo, promovido pela Fundação BiscayTIK e pela Microsoft.

Á tarde, a delegação visitará a sede e se encontrará com diretores da multinacional ferroviária Construcciones y Auxiliar de Ferrocarriles [CAF] para apresentar Botucatu como opção para novos investimentos ou abrigar alguns fornecedores. A unidade brasileira está sediada em Hortolândia [SP].

A CAF tem sido procurada e feito contatos com grandes corporações brasileiras com objetivo de fazer parte de um consórcio para disputar a licitação para construção, operação e manutenção do Trem de Alta Velocidade [TAV], que vai ligar São Paulo, Campinas e o Rio de Janeiro, assim que o governo federal conclua o texto final e pulgue o edital. A empresa hoje fornece material rodante para 35 países.

No dia 20, João Cury viaja para Gondomar onde participará de encontro com autoridades locais para formalizar acordo de cidades-irmãs e assinatura de protocolo de intenções para cooperação mútua.

Extraído de: Prefeitura Municipal de Botucatu

Voltar